Páginas

terça-feira, 26 de abril de 2011

A segunda crise

Acho que essa é apenas a minha segunda crise nos preparativos para o Big Day.

Eu tive uma grande e imensa dificuldade de fechar o Buffet. Agora estou na crise com o vestido. E eu odeio ter essas crises. Principalmente, quando sei que a culpa é minha.

Como quem está perto sabe. Eu sou do tipo que não ligo muito pra roupas, então eu deixei até o mais tarde possível para ver o vestido. Agora, eu tenho que decidir logo. E eu odeio isso....

A grande questão é a seguinte: o vestido que gostei custa muito mais caro do que pretendia gastar. Fico pensando que não posso fazer isso, enquanto o noivo diz que não vai ser essa diferença que vai nos causar problema.

Outro dia ele me disse uma coisa que bateu lá dentro.

Não sei se vocês lembram dos post's em que conto que não poderia estar tendo esse casamento, não do jeito que estou tendo. Ele está aqui e aqui!

Enfim, com a atualização da planilha de gastos do casamento, acho que surtei e voltei a resmungar que eu não podia, ou pior, que eu não merecia.

Parei pra pensar um pouco, e percebi como alguns conceitos nossos são arraigados. Sim, eu venho de origem humilde, mas acho que já construí algumas coisas e só tenho 25 anos. Continuo buscando grandes desafios pra minha vida.

Se tudo der certo, eu ainda vou construir muitas coisas, então porque não esquecer um pouco a origem e olhar pra frente, para o que eu já tenho e para o que eu vou construir?!

Tudo isso pra eu me convencer que: sim, está caro, mas, sim, eu posso pagar. Então, qual era o problema mesmo?! Acho que é relaxar e pensar que dinheiro foi feito pra realizar sonhos. Sonhos que eu não tinha antes de conhecer o noivo. Sonhos que foram construídos juntos. E são sonhos apenas da celebração de um amor que é muito especial.

P.s.: Eu tô com um plano B para o vestido. Mas se eu não conseguir cumpri-lo eu vou no plano A mesmo!

4 comentários :

Beatriz Amaral disse...

Tati, tem uma frase que eu escutei uma vez e nunca saiu da minha cabeça: "você é do tamanho do seu sonho".

Sonhe alto sim, sonhe que você está com o vestido lindo da Marie que te encheu os olhos de lágrimas no dia que você o experimentou e que você está chegando na CST tão linda para casar com o seu noivo e que ele está com os mesmos olhos cheios d`água olhando para você...

A nossa vida é feita de sonhos, se não fossem por eles, pela vontade e necessidade de alcançar os nossos objetivos, nós não teríamos motivo para seguir em frente!

E não acho que você deva se culpar por ter uma origem humilde e achar que o dinheiro que você está gastando agora é exagero; muito pelo contrário, você deve mais é estar super feliz de te conquistado tanta coisa boa e agora poder realizar o sonho de se casar!

O que você deve aproveitar da sua origem humilde é saber diferenciar o que é superficial e pode ser cortado do orçamento sem ônus algum para a festa de vocês e o que é sonho e deve sim acontecer no dia especial de vocês (e isso até mesmo quem não teve uma deveria fazer igual)!

Caramba, escrevi muito! Rs!

Beijos!

Musa disse...

A Bia falou tudo e com muita propriedade. Não vou me estender, já falei o que penso, né? Aliás, voc~e mesma já falou no post: não existe problema, dinheiro é feito para realizar sonhos e você deve olhar para tudo o que já construiu e como tudo deu certo até hoje.

E peraí, pensar que não merece? Como assim, claro que merece!

Sabe que estou torcendo, né? E estou aqui, desde sempre. :)

Xi, me estendi! :)

Beijos e boa sorte!

casamento no jardim disse...

Poxaaaaaa!!
Tati, me deu um apertinho no coração!! Vc é tão fofa, merece tudo de melhor nesse mundo, e eu tenho que concordar com o seu noivo: não é justo no vestido da noiva que vc vai ficar preocupada em economizar, né? Poxa, vc é tão centrada, que não faz mal perder a cabeça as vezes, sabia? Bem, espero que dê tudo certo com o seu vestido dos sonhos, e o principal é correr atrás dos nossos sonhos SEMPRE! Mas eu nem preciso falar isso pra você, porque você já realizou tantos sonhos e sabe disso, né? rs...
Beijos!

Anônimo disse...

Eu sei que a gente acaba ouvindo coisas muitos duras e que quase sempre vem daqueles que mais amamos... mas só você sabe o tamanho daquilo que é importante... e, embora seja uma festa de um dia, não existirá um dia que você não se lembrará dela... não permita que tosem seus sonhos... MARA